Medrado Noticias

rede social

Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

tem estado de alerta para baixa umidade do ar, diz Apac

Em Petrolina a umidade relativa do ar ficou em 17% e 14% em Ouricuri.
Apac alerta para problemas recorrentes e cuidados durante a época do ano.

Resultado de imagem para imagens de petrolina pe
A Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac) emitiu alerta sobre a baixa umidade do ar emPetrolina, no Sertão de Pernambuco. O mesmo efeito ainda foi registrado em Ouricuri, também no Sertão do Estado. Os índices enquadram as cidades em estado de alerta e a população deve ficar atenta aos cuidados necessários para o tipo de situação. Para os próximos dias a umidade deve permanecer abaixo dos 20%  e a temperatura acima de 34ºC.
Resultado de imagem para Petrolina tem estado de alerta para baixa umidade do ar, diz Apac
De acordo com a Apac, a presença de uma massa de ar seco sobre o Estado de Pernambuco está inibindo a formação de nuvens, elevando a temperatura na região e provocando valores baixos da umidade relativa do ar. Em Petrolina foi registrado 17% e em Ouricuri a umidade relativa do ar ficou em 14%.
Resultado de imagem para Petrolina tem estado de alerta para baixa umidade do ar, diz Apac
Em caso de registros entre 12% e 20%, o órgão classifica a situação como estado de alerta. Entre os principais problemas decorrentes da baixa umidade do ar estão as complicações alérgicas e respiratórias, sangramento pelo nariz, ressecamento da pele, irritação dos olhos, além do aumento do potencial de incêndios em pastagens.
Resultado de imagem para Petrolina tem estado de alerta para baixa umidade do ar, diz Apac
Enquanto a cidade estive em estado de alerta, a Apac recomenda ficar atento aos exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre as 10h e 16h; evitar aglomerações em ambientes fechados e usar soro fisiológico para olhos e narinas.
Do G1 Petrolina

Blog Medrado Noticias

Polícia apreende homem com 16 cartões do Bolsa Família e R$ 51 mil

Apreensão ocorreu em Cabrobó, no Sertão de Pernambuco. 
Homem estava ainda com 20 cartões de crédito. Ele foi ouvido e liberado


Material apreendido em Cabrobó, no Sertão de Pernambuco (Foto: Divulgação / Polícia Militar)
Material apreendido em Cabrobó, no Sertão de
Pernambuco (Foto: Divulgação / Polícia Militar)
A Polícia Militar (PM) apreendeu um agricultor, de 37 anos, com cartões de crédito, 16 cartões do Bolsa Família e mais de R$ 50 mil em espécie, nesta quarta-feira (21) em Cabrobó, no Sertão de Pernambuco. O suspeito foi ouvido e em seguida liberado.
O mandado de busca e apreensão ocorreu na Rua Hermínia Florentina de Sá, nº 124, no bairro Subestação. Na casa, a PM encontrou 11 pacotes de cigarro, 16 cartões do Bolsa Família, 20 cartões de crédito e a quantia de R$ 51.136 em espécie.
O homem foi conduzido para a Delegacia de Polícia Federal em Salgueiro, também no Sertão do Estado e em seguida encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil local, onde foi aberto um inquérito por portaria. O agricultor foi ouvido e liberado.
Do G1 Petrolina
Blog Medrado Noticias

Miguel lidera disputa para Prefeitura de Petrolina com 33%, diz Ibope

Odacy tem 23%, Adalberto 17%, Edinaldo 15% e Perpetua 1%.
O Ibope ouviu 504 eleitores entre os dias 18 e 20 de setembro


Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (22) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Prefeitura de Petrolina.

Miguel Coelho (PSB) – 33 %
- Odacy Amorim (PT) – 23%
- Adalberto Cavalcanti (PTB) – 17%
Edinaldo Lima (PMDB) – 15%
- Perpertua Rodrigues (PSOL) – 1%
- Branco/nulo – 6%
- Não sabe/não respondeu – 5%

A pesquisa foi encomendada pela TV Grande Rio.

O Ibope ouviu 504 eleitores entre os dias 18 e 20 de setembro. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de quatro pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), sob o protocolo 05558/2016.
Rejeição
O Ibope também apontou a rejeição dos candidatos. A maior rejeição é a de Edinaldo Lima (40%). Na sequência, aparecem Adalberto Cavalcanti (39%), Perpetua Rodrigues (35%), Miguel Coelho (29%), Odacy Amorim (23%). Poderia votar em todos 2%. Não sabe ou não respondeu 7%.

Avaliação da administração de Julio Lossio
Na mesma pesquisa, os eleitores também responderam sobre a avaliação da administração do prefeito Julio Lossio (PMDB). Veja os números:
- Ótima – 6%
- Boa – 17%
- Regular – 38%
- Ruim – 11%
- Péssima – 26%
- Não sabe/não respondeu - 2%

Do G1 Petrolina
Blog Medrado Noticias

Moro decreta bloqueio de até R$ 10 milhões da conta de Mantega

Guido Mantega foi preso pela Lava Jato e teve o mandado revogado. Outras sete investigados também tiveram as contas bloqueadas.


Guido Mantega (Gnews) (Foto: Reprodução GloboNews)Guido Mantega foi preso na manhã desta quinta-feira (22), em São Paulo (Gnews) (Foto: Reprodução GloboNews)
 
O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, decretou o bloqueio de até R$ 10 milhões das contas bancárias do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega. A mesma medida é válida para os outros sete investigados na 34ª fase da operação, que foi deflagrada na manhã desta quinta (22).
"Não importa se tais valores, nas contas bancárias, foram misturados com valores de procedência lícita. O sequestro e confisco podem atingir tais ativos até o montante dos ganhos ilícitos. Considerando os valores da propina paga, resolvo decretar o bloqueio das contas dos investigados até o montante de dez milhões de reais", declarou Moro.
Os demais investigados que também terão as contas bloqueadas são:
Luiz Claudio Machado Ribeiro
Ruben Maciel da Costa Val
Danilo Souza Baptista
Luiz Eduardo Carneiro
Luiz Eduardo Neto Tachard
Júlio Cesar Oliveira Silva
Francisco Corrales Kindelán

Além de Mantega, outros seis investigados que estão na lista de bloqueios também foram presos temporariamente na atual fase, batizada de Arquivo X. Julio César Oliveira Silva também foi alvo de um mandado de prisão, mas está na Espanha.
Durante o cumprimento do mandado, a PF foi até a casa de Mantega, mas o ex-ministro não estava. Ele estava no hospital Albert Einstein, no Morumbi, Zona Sul de São Paulo, onde a mulher passa por uma cirurgia.
Do hospital, os policiais levaram Mantega até seu apartamento em Pinheiros, na Zona Oeste, para também cumprir um mandado de busca e apreensão.
O magistrado afirmou de que autoridade policial, Ministério Público Federal (MPF) e ele mesmo não tinham conhecimento do estado de saúde da esposa do ex-ministro. Além disso,  argumentou que as buscas já começaram e que com Mantega, uma vez solto, deve continuar reputo, sem riscos de interferência da colheita das provas.
Para o advogado de Mantega, José Roberto Batochio, a revogação da prisão foi um ato de "legítima defesa da operação". "Foi uma prisão desnecessária, absuvia, autoritária e sobretudo desumana pela 'coincidência' com a cirurgia da mulher", disse Batochio. De acordo com o advogado, a prisão foi revogada depois que a opinião pública se revelou contrária à prisão.
G1 tenta contato com a defesa dos demais envolvidos.
 
Investigações: 
A atual fase investiga fatos relacionados à contratação pela Petrobras de empresas para a construção de duas plataformas, P-67 e P70, para a exploração de petróleo na camada do pré-sal, as chamadas Floating Storage Offloanding (FSPO´s).

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), o consórcio Integra Ofsshore, formado pela Mendes Júnior e OSX, firmou contrato com a Petrobras no valor de US$ 922 milhões, para a construção das plataformas, em 2012.
As consorciadas, ainda segundo o MPF, viabilizaram a contratação pela Petrobras mediante o repasse de valores a pessoas ligadas a agentes públicos e políticos.
As investigações apontam a transferência de cerca de R$ 7 milhões, entre fevereiro e dezembro de 2013, pela Mendes Júnior para um operador ligado a um partido político e à diretoria Internacional da Petrobras, já condenado na Operação Lava Jato. Os repasses foram viabilizados mediante a interposição de empresa de fachada, que não possuía uma estrutura minimamente compatível com os recebimentos, segundo os procuradores da Lava Jato.
Ao longo das investigações também foi identificado o repasse de mais de R$ 6 milhões pelo Consórcio Integra Ofsshore com base em contrato falso firmado em 2013 com a Tecna/Isolux. O valor, ainda segundo o MPF, teria sido transferido no interesse de José Dirceu, que está preso pela Lava Jato, e de pessoas a ele relacionadas.
Os procuradores declararam também que empresas do grupo Tecna/Isolux repassaram cerca de R$ 10 milhões à Credencial Construtora, já utilizada por Dirceu para o recebimento de vantagens indevidas.
Eike Batista (Foto: Reprodução/Tv Câmara)
Eike Batista disse que recebeu pedido para
fazer repasse ao PT (Foto: Reprodução/Tv Câmara)
Repasse de Eike ao PT
Em um depoimento ao MPF, o ex-presidente do Conselho de Administração da OSX, Eike Batista,  declarou que, em novembro de 2012, recebeu um pedido de Mantega para que fizesse um pagamento de R$ 5 milhões, no interesse do PT, segundo as investigações.

O procurador da Lava Jato Carlos Fernando dos Santos Lima afirmou que os pagamentos feitos por Eike foram operacionalizados por Mônica Moura, mulher do marqueteiro do PT João Santana. O casal foi preso na 23ª fase da operação, em fevereiro deste ano, e solto no dia 1º de agosto.
Segundo Lima, a informação vem do depoimento de Eike como testemunha e de contratos apresentados por ele. O procurador afirmou ainda que nessa fase da operação Mônica Moura não prestou depoimento
"Ele [Eike] afirmou que houve pedido de Guido Mantega que foi operacionalizado por Mônica Santana e que houve um contrato entre Mônica Santana e a empresa estrangeira de Eike para prestações de serviço. Essas prestações de serviços não ocorreram ou ocorreram de forma limitada", afirmou o procurador.
No começo da tarde desta quinta-feira, Moro revogou a prisão de Mantega (leia abaixo).
Leia a decisão do juiz Sérgio Moro
DESPACHO/DECISÃO

1. Decretada, a pedido do MPF, medidas de busca e apreensão e prisões temporárias, envolvendo pagamentos, em cognição sumária, de propinas em contrato da Petrobrás com o Consórcio Integra.
Entre os fatos, há prova, em cognição sumária, de que Eiken Fuhrken Batista teria pago USD 2.350.000,0 em 16/04/2013 a João Cerqueira de Santana Filho e  a Mônica Regina Cunha Moura mediante depósito, comprovado documentalmente nos autos, em conta da off-shore Shellbill Financeira mantida no Heritage Bank, na Suíça.
Segundo o próprio depositante, tais valores seriam destinados a remunerar serviços por eles prestados ao Partido dos Trabalhadores e teriam sido solicitados pelo investigado Guido Mantega, então Ministro da Fazenda e Presidente do Conselho de Administração da Petrobrás.
O pagamento estaria vinculado ao esquema criminoso que vitimou a Petrobrás e a propinas também pagas a agentes da Petrobrás no âmbito do contrato da Petrobrás com o Consórcio Integra.
Com base nesses fatos e para preservar as buscas e apreensões, acolhi, em 16/08/2016 (evento 3), pedido do MPF para decretação da prisão temporária dele e de outros investigados.
Sem embargo da gravidade dos fatos em apuração, noticiado que a prisão temporária foi efetivada na data de hoje quando o ex-Ministro acompanhava o cônjuge acometido de doença grave em cirurgia.
Tal fato era desconhecido da autoridade policial, MPF e deste Juízo.
Segundo informações colhidas pela autoridade policial, o ato foi praticado com toda a discrição, sem ingresso interno no Hospital.
Não obstante, considerando os fatos de que as buscas nos endereços dos investigados já se iniciaram e que o ex-Ministro acompanhava o cônjuge no hospital e, se liberado, deve assim continuar, reputo, no momento, esvaziados os riscos de interferência da colheita das provas nesse momento.
Procedo de ofício, pela urgência, mas ciente de essa provavelmente seria também a posição do MPF e da autoridade policial.
Assim, revogo a prisão temporária decretada contra Guido Mantega, sem prejuízo das demais medidas e a avaliação de medidas futuras.
Expeça-se o alvará de soltura. Encaminhe-se para cumprimento. Ciência ao MPF e à autoridade policial.
2. Defiro o pedido de habilitação da Petrobras neste processo, eis que suposta vítima dos crimes aqui investigados (evento 66).
Cadastrem-se e intimem-se os advogados da Petrobras.
Curitiba, 22 de setembro de 2016.

Leia a nota da Polícia Federal sobre a prisão do ex-ministro
"Sobre o cumprimento de mandados durante a 34ª fase da Operação Lava Jato, a Polícia Federal informa:

1 – Ao comparecer hoje, às 6hs, na residência do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega para o cumprimento de ordens judiciais, constatou-se que apenas o filho adolescente do investigado e uma empregada doméstica estavam presentes no local;
2 – Ao serem informados pelos ocupantes do apartamento que Mantega encontrava-se no Hospital Albert Einstein, a PF dirigiu-se ao local;
3 - Nas proximidades do hospital, policiais federais fizeram feito contato telefônico com o investigado, que se apresentou espontaneamente na portaria do edifício;
4 – De forma discreta e em viatura não ostensiva, o investigado acompanhou a equipe até o apartamento e, já tendo feito contato com seu advogado, foi então iniciado o procedimento de busca.
5 - Tanto no local da busca como no hospital todo o procedimento foi realizado de forma discreta, sem qualquer ocorrência e com integral colaboração do investigado."

Blog Medrado Noticias

Refugiados estariam sofrendo abuso sexual de voluntários na França

A acusação foi via rede social e fala até de meninos menores de idade



O acampamento de refugiados Selva de Calais ao norte da França se destacou esta semana por conta de uma denúncia feita em um grupo do Facebook com 36 mil membros. Segundo apuração do jornal britânico The Independent que teve acesso à publicação, crianças e prostitutas refugiadas estariam tendo relações sexuais com membros da ajuda humanitária.
“Eu já ouvi falar de meninos, que acredito serem menores de idade, que tiveram relações sexuais com voluntários. Já ouvi histórias de homens usando as prostitutas da Selva também”, diz a denúncia. “As relações sexuais com uma pessoa que está em posição de poder e influência, em um caso tão unilateral, especialmente quando se pode obter ajuda humanitária dessa pessoa, podem ser definidas como abuso sexual”
Conforme matéria do jornal britânico, o fundador da Care4Calais, uma das maiores instituições de caridade que atuam na Selva de Calais, Clare Mosely, não há como averiguar nem expulsar ninguém do acampamento, pois este não é reconhecido como tal. “No fim das contas, o acampamento não é reconhecido como um campo oficial de refugiados, é um assentamento ilegal. Então não temos nenhuma maneira de forçar ninguém a sair. Essa é a dificuldade”.
Fonte-noticiasaominuto
Blog Medrado Noticias

Jaques Wagner vai ocupar cargo no segundo escalão do governo da Bahia

Novo cargo dará a Wagner maior liberdade para atuar como articulador político e manter unida a base aliada para a disputa das eleições estaduais de 2018



Cinco meses depois de deixar o posto de ministro-chefe da Casa Civil do governo Dilma Rousseff (PT), Jaques Wagner (PT) vai ocupar um cargo no segundo escalão do governo do petista Rui Costa, na Bahia.
O ex-governador da Bahia vai comandar a Fundação Luís Eduardo Magalhães, instituição sem fins lucrativos e de utilidade pública, destinada a fomentar políticas públicas e ações de qualificação de servidores.
A nomeação foi confirmada pelo governador Rui Costa nesta quinta-feira (22) em entrevista a uma emissora de rádio.
Aliados do governador afirmam que opção pela fundação foi do próprio Jaques Wagner. Ele optou por um cargo "discreto" que ofuscasse a gestão do seu afilhado político e amigo Rui Costa.
"É admirável a forma simples e humilde que Wagner se coloca vindo participar da gestão do governador Rui. Para nós, é um privilégio ter no governo uma figura com a estatura política dele", diz o secretário de Relações Institucionais da Bahia, Josias Gomes.
Além de não ir para a linha de frente da gestão, o novo cargo dará a Wagner maior liberdade para atuar como articulador político e manter unida a base aliada para a disputa das eleições estaduais de 2018.
Rui Costa deverá ser candidato a reeleição daqui há dois anos e deve enfrentar nas urnas o prefeito de Salvador ACM Neto (DEM), favorito para ser reeleito na capital este ano. Jaques Wagner é cotado para disputar o Senado em 2018.
FILHO DE ACM
A Fundação Luís Eduardo Magalhães foi criada em 1999 na gestão do governador César Borges, então no PFL.
Foi batizada em homenagem ao filho do senador Antônio Carlos Magalhães, que na época era o principal adversário dos petistas baianos. Luís Eduardo morreu em 1998 anterior aos 43 anos, quando era líder do governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB) na Câmara.
A fundação é uma entidade de direito privado que funciona como uma organização social. Desde agosto deste ano, contudo, o Tribunal de Contas do Estado decidiu que a fundação terá que prestar contas à Corte.
O entendimento é que fundação foi é gerida com dinheiro público, deve ser tratada da mesma forma que as outras autarquias estaduais. Com informações da Folhapress.
Blog Medrado Noticias

Após recauchutada, Cacau esbanja charme nas redes sociais; veja looks

A youtuber e ex-BBB mostrou o resultado das intervenções cirúrgicas





Após recauchutada, Cacau esbanja charme nas redes sociais; veja looks © REPRODUÇÃO / 
A ex-BBB Cacau está de visual novo. Após passar por uma lipoaspiração e colocar 295ml de silicone em cada seio, a youtuber compartilhou fotos do resultado dos procedimentos cirúrgicos nas redes sociais e arrancou elogios de seus seguidores.Mais magra e com os cabelos mais longos desde que saiu do reality, a jovem já vinha exibindo a transformação, iniciada com reeducação alimentar e com acompanhamento médico.
Solteira após o fim do relacionamento com o brother Matheus, Cacau afirmou, em recente entrevista ao GShow, que a "autoestima traz segurança pra vida" e defende que vai continuar apostando no estilo de vida saudável.
Confira o estilo e a transformação de Cacau em nossa galeria de fotos!



























































Blog Medrado Noticias

Moro é eleito o 10º dos 50 mais influentes do mundo pela Bloomberg

Moro aparece no 10º lugar da lista, que tem 50 personalidades





O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato, está entre as pessoas mais influentes do mundo em 2016, segundo a revista Bloomberg, que listou 50 personalidades.

Segundo o site 'G1', que cita a publicação, a premiê britânica Theresa May aparece em primeiro lugar, seguida dos candidatos presidenciais às eleições nos Estados Unidos Donald Trump, em 2º, e Hillary Clinton, em 3º lugar.
Moro aparece no 10º lugar da lista, que tem também outro brasileiro: o empresário Jorge Paulo Lemann, na 41ª posição.
A revista destaca que “Moro e sua equipe de procuradores e investigadores passaram mais de dois anos acompanhando um escândalo de quase US$ 2 bilhões” e que “seus esforços ajudaram a derrubar o Brasil em sua pior recessão em um século e criaram o clima político para a destituição da presidente Dilma Rousseff”.
Ainda segundo o site, dono do fundo 3G Capital e sócio da AB Inbev, maior cervejaria do mundo, Lemann fez negócios em parceria com a Berkshire Hathaway, de Warren Buffet, como a compra da Heinz e fusão da companhia com a Kraft Foods. O fundo de Lemann é também o controlador da rede Burger King e da rede canadense de café e donuts Tim Hortons.A revista diz que “onde o investidor suíço-brasileiro realmente se destaca é na gestão das empresas que ele compra”.
Blog Medrado Noticias

Família de Montagner receberá seguro milionário da Globo

O dinheiro do seguro sairá nos próximos dias e é avaliado entre R$ 1,5 milhão e R$ 3 milhões


Após a morte do ator Domingos Montagner, que faleceu na última quinta-feira (15), após se afogar no rio São Francisco, a família do ator receberá três indenizações.

egundo Ricardo Feltrin, a primeira será um seguro que a Globo mantém para o seu casting. O dinheiro sairá nos próximos dias e é avaliado entre R$ 1,5 milhão e R$ 3 milhões.
Já a segundo valor deverá ser pago pela prefeitura de Canindé de São Francisco, em Sergipe, cidade onde o Santo de “Velho Chico” veio a óbito. Os familiares de Montagner, com o apoio jurídico da emissora, entrarão com uma ação contra o município.
A terceira indenização também deve ser assumida pelo canal, que pretende pagar o valor integral do contrato de Domingos, que tinha duração até 2020, e também bolsa de estudo e plano de saúde para os três filhos do ator, pelo menos até atingirem a maioridade.
Procurada, a emissora preferiu não falar sobre o assunto. “Neste momento tão doloroso, a TV Globo está focada em adotar todas as medidas possíveis para confortar e apoiar os familiares do ator a enfrentar essa fatalidade, entre elas as de natureza legal”, esclareceu.

Blog Medrado Noticias

Beneficiários do Bolsa Família doaram quase R$ 16 mi para campanhas

TSE considera que alguns candidatos podem ter utilizado dados sem autorização para validar doações oriundas de caixa 2



O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, afirmou que "tudo indica" que as doações de cerca de 16 mil beneficiários do Bolsa Família para candidatos às eleições municipais configuram fraude e crime eleitoral. Nesta quinta-feira, 22, Gilmar e o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, confirmaram os dados do Tribunal de Contas da União (TCU) de que cadastrados no programa doaram aproximadamente R$ 16 milhões para campanhas de prefeitos e vereadores em todo o País até a última segunda-feira, 19.
Segundo o presidente do TSE, o candidato só será responsabilizado se ficar comprovado que ele estimulou a doação. Também será preciso verificar se o beneficiário do Bolsa Família tinha conhecimento das doações. O TSE considera que alguns candidatos podem ter utilizado dados sem autorização para validar doações oriundas de caixa 2. "Ou essa pessoa não deveria estar recebendo o Bolsa Família ou ocorre o fenômeno que chamamos de 'caça CPF', que é a ideia de se manipular o CPF de alguém que está inocente nesta relação. Mas isso deixa uma nuvem não muito transparente sobre esse modelo de doação que estamos desenvolvendo", afirmou.
Gilmar negou que o episódio possa justificar uma revisão no fim da doação empresarial e disse que as irregularidades servirão de aprendizado para as próximas eleições. "Essa eleição tem um processo novo, é um experimento institucional e certamente, depois da eleição, poderemos fazer balanço seguro e poderemos fazer uma avaliação, saber o que deu certo, o que deu errado", declarou.
"Estamos felizes de não sermos mais os últimos a saber. No sistema anterior, só sabíamos depois, se é que sabíamos ou ficávamos sabendo, quando fazíamos alguma análise das prestações de contas, agora fazemos esse exame prévio, em parceria com outras instituições, portanto estamos em condições mais confortáveis de fazer esse exame, cumprindo nosso papel. Como já disse, a prestação de contas deixará de ser um faz de conta."
No valor total de R$ 15.970.436,40 que foram doados por beneficiários do Bolsa Família até agora, foram consideradas doações em dinheiro e também doações estimadas, que podem ser feitas por meio de prestação de serviços para a campanha ou doação de materiais. O valor mais alto de doação de um beneficiário do programa foi de R$ 67 mil.
O presidente do TSE afirmou que só vai divulgar os nomes e os partidos dos envolvidos no suposto esquema após o término das investigações, quando a instituição tiver dados seguros. "Estamos falando de suspeitas de crime, mas temos que ter cautela", ponderou, ressaltando que todos os dados já foram repassados para o Ministério Público Eleitoral e juízes eleitorais.

Blog Medrado Noticias

Lula diz que prisão de Mantega poderia se chamar 'boca de urna'

Lula afirmou que Mantega "é um homem que foi ministro da Fazenda, que tem residência fixa, e portanto poderia ser tratado como todo ser humano tem que ser tratado"



O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) classificou a prisão temporária de seu ex-ministro da Fazenda Guido Mantega como um trabalho contra o Partido dos Trabalhadores na proximidade das eleições municipais. Em entrevista nesta quinta-feira, 22, à Rádio Povo, em Fortaleza (CE), o petista criticou a forma como a Polícia Federal abordou Mantega no Hospital Albert Einstein e disse que a operação poderia se chamar "boca de urna".
"O que me preocupa na operação de hoje, eu não sei qual é o fundamento, é a notícia de que o ex-ministro Guido Mantega foi preso dentro da sala de cirurgia que a mulher dele estava se preparando para fazer", disse Lula, em entrevista dada às 11 horas, depois de Mantega ser levado à Polícia Federal em São Paulo e antes do juiz Sérgio Moro mandar soltar o ex-ministro.
Lula afirmou que Mantega "é um homem que foi ministro da Fazenda, que tem residência fixa, e portanto poderia ser tratado como todo ser humano tem que ser tratado". O ex-presidente da República também destacou que não é de acreditar em delações premiadas feitas por presos e pessoas ameaçadas pela Justiça.
Ao comentar que a investigação que prendeu Mantega se trata de uma ação contra o PT, Lula disse que a operação acontece perto das eleições assim como ocorreu em 2012, quando o partido atravessou um período de pleito municipal em meio ao julgamento do processo do Mensalão. "Está chegando perto das eleições e outra vez eles vêm para cima do PT", falou.
Denúncia
Comentando o acatamento da denúncia contra ele, sua esposa, Marisa Letícia, e mais seis pessoas pelo juiz Sérgio Moro, há dois dias, Lula afirmou que se sentiu "muito ofendido pessoalmente" e pediu respeito ao magistrado. "Queria que ele me respeitasse como eu respeito ele e que não faça ilações a meu respeito", disse o petista. Ele afirmou novamente ser vítima de um processo "equivocado" com viés político "muito forte".
Eleições de 2018
O ex-presidente Lula afirmou na mesma entrevista que "é cedo" para fala nas eleições presidenciais de 2018. "Mas acho que os meus adversários estão quase me empurrando para eu ser candidato. Se terminar assim, vão terminar votando em mim", declarou.
Lula disse que a Operação Lava Jato não torna difícil o pedido de votos ao PT. Lula está desde a quarta-feira participando de campanhas eleitoral no Nordeste. "Está a mesma coisa pedir votos. Essas pessoas que não gostavam de mim ontem não gostam hoje."
O petista disse ter gravado participações em programas eleitoral e outros materiais de campanha para "mais de 400 cidades" nestas eleições.

Blog Medrado Noticias

Marcela Temer já trabalha em programa social do governo

A previsão é que o programa, que terá como foco atender as crianças de até 3 anos do Bolsa Família, seja lançado na primeira semana de outubro



A primeira-dama Marcela Temer já tem à sua disposição uma sala no terceiro andar do Palácio do Planalto, porém, segundo fontes, não deve ocupar o espaço. Segundo apurou o Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, a decisão teria sido do presidente Michel Temer. O assessor especial de Temer, Rodrigo Rocha Loures, já havia sido deslocado da sala para dar espaço à primeira-dama.
Apesar de não ocupar o Planalto, Marcela já tem feito reuniões sobre o programa Criança Feliz, do qual será embaixadora, no Palácio do Jaburu. A previsão é que o programa, que terá como foco atender as crianças de até 3 anos do Bolsa Família, seja lançado na primeira semana de outubro. A data deve ser fechada nesta semana.
Segundo fontes da pasta, Marcela esteve com o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, na sexta-feira passada e nesta semana deverá ter mais reuniões com técnicos sobre o tema, todas no Jaburu. A primeira-dama não terá uma função burocrática no programa, não assinará nada, apenas será uma embaixadora com a função de divulgá-lo.
Adiamento
A expectativa inicial era de que o programa Criança Feliz fosse lançado em agosto. Depois o prazo passou para setembro e agora para a primeira semana de outubro. O governo cogitou lançá-lo no dia 12 de outubro, para aproveitar o Dia das Crianças, mas, segundo fontes da pasta, a ideia foi descartada e o objetivo é que o lançamento finalmente aconteça na primeira semana de outubro.
Em junho, em entrevista ao Broadcast Político, Terra afirmou que neste ano serão investidos R$ 80 milhões de recursos próprios da pasta para bancar o projeto. "Em 2018, o nosso objetivo é investir até R$ 1,8 bilhão", disse o ministro.
O programa, segundo o ministro, será "um avanço" em relação ao Brasil Carinhoso, programa feito pelo governo da presidente afastada Dilma Rousseff, que garantia creches para crianças de famílias beneficiárias do Bolsa Família. O programa social do governo Temer também será destinado às famílias que recebem o benefício e não prevê repasse de dinheiro para as famílias e sim um atendimento feito por "visitadores domiciliares capacitados" que criarão vínculos com as crianças para acompanhar o seu crescimento. A capacitação desses visitadores deve ser feita pelo próprio MDS em parceria com instituições, como universidades.
O modelo do programa é inspirado no Primeira Infância Melhor, implementado por Osmar Terra no Rio Grande do Sul quando ele era secretário de governo, há 13 anos. O programa, apesar das mudanças de governo, ainda é mantido.
Fonte-noticiasaominuto.

Blog Medrado Noticias

Temer reformula ensino médio e diz que governo não reduzirá verbas



Temer disse ainda que está "certíssimo" de que as medidas anunciadas nesta quinta "criando mais oportunidades para jovens constroem a base de um crescimento econômico sustentável"

O presidente Michel Temer editou nesta quinta-feira, 22, a Medida Provisória que reformula o currículo do ensino médio e aproveitou a cerimônia no Palácio do Planalto para dizer que o seu governo não vai reduzir verbas para educação. "Em momento algum nós faremos isso. Nós sabemos qual é a nossa responsabilidade fiscal e que a responsabilidade social caminhe junta", afirmou. "Se de um lado temos responsabilidade fiscal, que importa para austeridade, de outro temos que ter responsabilidade social com nossos olhos voltados para educação."
Temer disse ainda que está "certíssimo" de que as medidas anunciadas nesta quinta "criando mais oportunidades para jovens constroem a base de um crescimento econômico sustentável".
O presidente destacou trechos da Constituição, afirmou que o artigo 25 define competências em matéria de educação e que o texto prevê opções curriculares e não "imposições". "O novo plano do ensino médio visa eficiência do plano educacional", afirmou.
A MP, que estabelece a partir de 2017 mais horas de aulas e menos disciplinas, com metade do curso montado pelo aluno, é a maior mudança da educação brasileira em 20 anos, desde a criação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação.
Como tem feito em seus discursos, Temer lembrou de sua infância no interior de São Paulo, disse que ficou de "segunda época em física e química" e que a escola deve ser grande aliada de cada jovem na sua formação intelectual e social. "Queremos dar um salto de qualidade na educação brasileira", disse.
O ministro da Educação, Mendonça Filho, ao discursar afirmou que há uma "falência do atual ensino médio". Segundo ele, essa urgência justifica a necessidade de uma Medida Provisória. "O novo ensino médio tem como propósito de um lado a ampliação da carga horária gradual e uma política de fomento à implantação de escolas em tempo integral", afirmou.
Mudanças
Conforme mostrou o jornal O Estado de S. Paulo, a reformulação tem o objetivo de evitar a evasão escolar e melhorar a qualidade do ensino. Com a nova proposta, a carga horária passa de 800 para 1,4 mil horas -, exigindo turno integral.
O currículo, que hoje abarca 13 disciplinas obrigatórias, também sofrerá modificações. Durante todo o primeiro ano e metade do segundo, o estudante seguirá aprendendo o básico de cada matéria, com base nos pilares que já norteiam o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem): Linguagens, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Matemática.
No ano e meio seguinte, porém, ele terá mais flexibilidade para priorizar assuntos que sejam da sua área de interesse para um futuro ensino técnico ou superior. "O novo ensino médio tem como pressuposto principal o protagonismo do jovem", disse Mendonça.
Fonte-noticiasaominuto

Blog Medrado Noticias

Saiba como será o novo ensino médio no Brasil

O novo modelo vai prever flexibilização do percurso do estudante



O novo modelo para ensino médio, apresentado nesta quinta-feira (22) pelo governo Michel Temer (PMDB), flexibiliza o currículo da etapa, acaba com a obrigatoriedade de disciplinas de artes e educação física e traz um incentivo à expansão do ensino em tempo integral. As mudanças serão levadas ao Congresso por meio de uma MP (Medida Provisória), para acelerar a tramitação legislativa.


O texto provoca a maior alteração já feita na LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação), de 1996. Parte das mudanças devem passar a ser aplicadas a partir de 2017, enquanto outras terão implementação gradual na rede de ensino.
O novo modelo vai prever flexibilização do percurso do estudante. Hoje, todos os alunos do médio devem cursar 13 disciplinas em três anos.
Com a mudança prevista na MP, somente parte da grade -equivalente a cerca de um dos três anos de aulas da etapa- será comum a todos. Para o restante, haverá a opção de aprofundamento em cinco áreas: linguagens, matemática, ciências humanas, ciências da natureza e ensino técnico.
Ao aluno caberá a escolha da linha que quer se aprofundar. Mas a oferta dessas habilitações dependerá das redes e escolas. Ao menos duas áreas, entretanto, devem ser oferecidas.
O ensino de língua portuguesa e matemática será obrigatório nos três anos do ensino médio. Mas, ao contrário do que previa a LDB, as disciplinas de artes e educação física deixam de ser obrigatórias no ensino médio. Elas continuam obrigatórias da educação infantil ao ensino fundamental.
INTEGRAL
De acordo com o texto, a carga horária mínima de 800 horas anuais para a etapa deve ser ampliada progressivamente para o mínimo de 1,4 mil horas anuais. O texto afirma que essa ampliação deve seguir as metas já dispostas no PNE (Plano Nacional de Educação).
A previsão do PNE é ter, até 2024, ao menos 25% dos alunos em tempo integral. O país registra hoje 6% das matrículas nessa modalidade no médio.
Reforma do ensino médio Análise de Sabine Righetti: Reforma não resolve problemas que desembocam no ensino Leia perguntas e respostas sobre as mudanças Para expandir a oferta de tempo integral, o projeto prevê aporte financeiro do governo federal, de forma temporária, às redes estaduais que criarem novas vagas na modalidade. No entanto, esse valor - calculado por aluno- só será pago nos primeiros quatro anos e "respeitada a disponibilidade orçamentária para atendimento.
O ensino médio ainda poderá ser organizado em módulos e adotar o sistema de créditos ou disciplinas com terminalidade específica, "observada a Base Nacional Comum Curricular", a fim de estimular o prosseguimento dos estudos.
O texto também flexibiliza a contratação de professores sem concurso para atender a ampliação do ensino técnico. Também permite a contratação de professores sem formação específica na disciplina na qual vão atuar, desde que tenha "notório saber". Com informações da Folhapress
Fonte-noticiasaominuto

Blog Medrado Noticias

Exportação de uva deve crescer 30% em projeto da Codevasf no semiárido baiano

Resultado de imagem para Exportação de uva deve crescer 30% em projeto da Codevasf no semiárido baiano

A exportação de uva produzida no projeto público de irrigação Maniçoba, gerido pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) em Juazeiro (BA), deve chegar a 12 mil toneladas este ano – um aumento de cerca 33,3%, em relação ao ano passado. A expectativa é dos próprios produtores.
O cultivo da fruta no projeto é todo voltado para o mercado externo. No ano passado, a produção foi de 5,6 mil toneladas nos lotes empresariais e familiares, atingindo um valor bruto de cerca de R$ 20 milhões.
“Para este ano, temos perspectiva de um aumento de cerca de 15% na produtividade do projeto”, ressalta Valter Matias de Alencar, gerente-executivo do Distrito de Irrigação de Maniçoba (DIM). Segundo ele, além do clima favorável, um outro fator que está propiciando o aumento é a produção em áreas novas que este ano atingiram produtividade plena. “A expectativa dos empresários do projeto é que a produção seja de 30 a 35 toneladas por hectare”, afirma Alencar.
A uva cultivada no projeto público de irrigação Maniçoba é direcionada para exportação. “Uma boa parte vai para o mercado norte-americano e para a Europa. Tem também uma pequena janela de exportação para o Japão. Mas a maior parte vai mesmo é para a Europa”, explica Alencar. A fruta produzida na região tem um sabor intenso e que é muito apreciado pelos europeus. Por isso, o foco para as vendas são países como Inglaterra, Alemanha e Holanda.
O projeto público de irrigação Maniçoba fica localizado na rodovia BA 210, a 35 km do centro de Juazeiro, Bahia – onde está sediada a 6ª Superintendência Regional da Codevasf. O projeto foi implantado pela Companhia na década de 1980. Nele, vivem e trabalham mais de 600 famílias, instaladas em 238 lotes familiares e 80 empresariais. Entre as principais culturas, além da uva, estão a manga e a cana-de-açúcar. Em 2015, o valor bruto de produção foi de R$ 129 milhões.
Comércio em alta
O Vale do São Francisco foi o principal responsável pelas exportações de uva no Brasil no ano passado, contribuindo com aproximadamente 99,87% do volume (34,3 mil toneladas) e 99,78% do valor bruto de produção total (U$ 72,1 milhões). Os estados de Pernambuco e Bahia são os principais exportadores, com 26,6 mil toneladas e U$ 55,5 milhões, e 7,6 mil toneladas e U$16,5 milhões, respectivamente.
O valor vem aumentando gradativamente ao longo dos anos, conforme informações da Associação de Produtores e Exportadores de Hortigranjeiros e Derivados do Vale do São Francisco (Valexport), embora tenha sido observada uma queda nas exportações de uva nos anos de 2009 e de 2014. No entanto, em 2015 o volume voltou a crescer, indicando uma nova tendência de aumento.
Segundo dados divulgados pela Valexport, nos próximos três meses a previsão é que 20 mil toneladas de uva sejam comercializadas para o exterior. A expectativa é que a exportação da fruta movimente U$ 72 milhões. Só para os Estados Unidos, por exemplo, espera-se um crescimento de 10% nas exportações.
Destaque entre as culturas
Cerca de 251 mil toneladas de uva foram produzidas, em 2015, nos projetos públicos de irrigação geridos pela Codevasf em Pernambuco, Bahia e Minas Gerais, representando um valor bruto de produção de R$ 895 milhões. O desempenho coloca a viticultura como a atividade que mais se destaca nessas áreas devido ao rendimento elevado e à qualidade dos frutos produzidos.
Segundo dados da Área de Gestão de Empreendimentos da Irrigação da Codevasf, nos projetos públicos de irrigação mantidos pela empresa o resultado positivo pode ser observado pela evolução dos números em relação ao ano de 2014: a produção aumentou em 20%; o valor bruto de produção cresceu aproximadamente 42% e a área cultivada também foi ampliada em 8%, passando de 5,6 mil hectares em 2014 para 6,1 mil hectares em 2015.
“Além disso, o rendimento médio da cultura da uva nos projetos públicos de irrigação passou de 42,53 toneladas por hectare, em 2014, para 42,84 toneladas por hectare em 2015. Esse aumento na produtividade provavelmente pode ser atribuído ao melhor manejo e tecnologia adotados pelos produtores da região”, explica Andréa Rachel Sousa, gerente de Apoio à Produção da Codevasf.
A viticultura nos projetos públicos de irrigação da Codevasf é explorada por pequenos, médios e grandes produtores. O custo variável médio de produção fica em torno de R$ 48 mil por hectares, com rendimento bruto em torno de R$ 140 mil por hectare. Embora a margem seja alta, o principal custo ainda está na implantação do pomar no primeiro ano de cultivo, que fica em torno de R$ 120 mil por hectare.
Existem mais de oito variedades de uva exploradas no Vale do São Francisco, sendo que algumas estão voltadas para o mercado externo. A variedade Itália (Bicane x Moscatel de Hamburgo) ainda é a mais cultivada, e por isso sujeita a oscilações de mercado. No entanto, outras variedades são produzidas: dentre as uvas com semente estão a Benitaka e a Red Globe, e entre as sem semente estão Crimson, Thompson e Festival.

Blog Medrado Noticias